Raja Yoga - Suddha Dharma Mandalam - Ashrama Subramaniananda - Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil

Raja Yoga - Fatos

Hatha Yoga - Palestra do Projeto DASA

Postado dia 17/01/2008 às 13:47 horas, por Administrador.

         Yoga é consciência;

          Transformação da consciência humana em consciência divina

 

         Yoga também é liberdade.

         Libertar-se de condicionamentos e preconceitos

 

         Está escrito na Bhagavad Gítá:

Yogah karmashu kaushalam

         Yoga é perfeição em todas as ações”

 

O Yoga quer aniquilar os condicionamentos do indivíduo

Os principais caminhos da Yoga

 

         Hatha Yoga
Saúde física perfeita e equilíbrio psicossomático.

 

         Karma Yoga

         Mantra Yoga

         Laya Yoga para vencer neuroses

 

         Jnâna Yoga, Bhakti Yoga, Kriyâ Yoga (medtç+reprç)

 

          Samniâsa

 

         Yântra Yoga,  Kundalîni Yoga

 

         Raja Yoga

 

 

Divisão       [     Yôga Antigo        ]   [             Yôga Moderno               ]

Tendência   |     Sámkhya         | |              Vêdánta                   |

Período

Pré-Clássico

Clássico

Medieval

Medieval

Contemporâneo

Época

+ 5.000 anos

Séc III ac

VIII dc

Séc XI

Séc XX

Mestre

 

 

 

Shiva

 

 

Pátañjali

 

 

 

Shankara

 

 

 

Gôrakshanatha

Aurobindo

Rámakrishna

Vivêkánanda

Shivánanda

Chidánanda

Krishnánanda

Yôgêndra

Literatura

Upanishad

Yôga Sútra

Vivêka Chudamani

Hatha Yôga

 

Fase

Proto-Histórica

Histórica

Histórica

Histórica

Histórica

Fonte

Shruti

Smriti

Smriti

Smriti

Smriti

Povo

Drávida

Árya

Árya

Árya

Árya

Linha

Tantra

Brahmácharya

Brahmácharya

Brahmácharya

Brahmácharya

 

 

No Br

 

         Caio Miranda, precursor nos idos anos quarenta.

 

         Quem iniciou o Yôga como trabalho de academia no Brasil, dele foi o primeiro livro de Yôga de autor brasileiro na década de sessenta, desgostoso pelas incompreensões que sofrera.

 

         Hermógenes,

         De Rose,

         Maria Helena Bastos Freire ( Ass Int/l Prof Yoga),

         Cláudio Duarte

 

 

         Método de Yoga tântrico ( séc. IX-XII), que almeja o despertar da energia kundaliní usando a força física extrema. Dá muita importância à prática de ásana, as posições físicas, ao pránáyáma, os respiratórios e as purificações corporais. (conhecimento ancestral do shivaísmo)

         O Tantrismo e o Sámkhya é naturalista (não-espiritualista)

          - têm com o objetivo claro chegar à libertação.

 

         Unem-se ao “novo” uma solicitude estrita pelos aspectos técnicos: Gorakshanatha, autor dos tratados Hatha Yoga (hoje perdido) e Gorakshashataka. Desde o mais denso ao mais sutil, atravessando e despertando cada chakra. Esta corrente recebe também o nome de Láyá Yoga (caminho inverso ao filosofia Sámkhya).

 

         Hatha

 

         Swasthya - Satwa Asthanga; pré-clássico auto-suficiência

                   DeRose extremamente técnico.           

                                    1- Mudrá
                                               gesto reflexológico feito com as mãos;

                                     2- Pujá
                            sintonização c/ o arquétipo; retribuição de energia;

                                      3- Mantra
                            vocalização de sons e ultra-sons;

                                      4- Pránáyáma
                            expansão da bioenergia através de respiratórios;

                                      5- Kriyá
                            atividade de purificação das mucosas;

                                      6- Ásanas
                            Técnica corporal

                                      7- Yôganidrá
                            técnica de descontração;

                                      8- Samyama
                            concentração, meditação e hiperconsciência.

 

          Iyengar;

         utiliza equipamentos ou acessórios para facilitar o alcance das posturas

 

         Sámkhya, é naturalista (não-espiritualista)

1)    Em primeiro lugar, o Hatha Yoga propõe o desenvolvimento de uma apreciação ética da existência e de uma vida de virtude, orientada para o desenvolvimento e a auto-descoberta interior.

 

2)  Em segundo lugar, o Hatha Yoga nos propõe o cultivo da saúde psicofísica em seu sentido mais amplo.

 

3)  Finalmente, como objetivo mais importante (muito embora não exclua os anteriores), o Hatha Yoga busca a realização do potencial espiritual do praticante, o estado de moksha.

 

       Ashtanga (esforço, suor, purificação);

       Patañjali;

       Samkhya (conhecimento metafísico);

       Karma (ação);

       Dharma (lei, natureza pessoal); 

 

Concentração;

Respiração;

Coluna Vertebral;

Tonos muscular;

Equilíbrio;

Relaxamento.

 

Posições de meditação, em que o praticante apenas senta no chão com as pernas cruzadas

         Culturais, que são todas as demais.

 

         O Rig Veda diz:

         Muito mais importante que os próprios ásanas, são as técnicas de pránáyáma, meditação e mantra.

 

         Os textos posteriores à era védica (entre os quais se inclui o Yoga Sútra de Pátañjali) comprovam que será preciso que passem mais alguns milênios da aventura espiritual hindu, até chegarmos, por volta do século IX da nossa era, à descoberta do corpo como instrumento de transcendência.

  

 

        Posturas que procuram normalizar as funções corpóreas, por meio da regularização dos processos:       

Veja outros Fatos



Suddha Dharma Mandalam - Ashrama Subramaniananda - Ribeirão Preto /SP Brasil